Como criar uma logomarca

A maioria dos empreendedores ao criarem suas empresas empacam na hora de elaborar ou decidir como será sua logomarca. Isso porque acreditam que a logomarca será a cara da empresa, quando na verdade, o que acontece é justamente o contrário.

Quem faz uma logomarca ser conhecida é a empresa, os serviços e produtos que comercializam. Ou você acha que a logomarca da Coca Cola, por exemplo, tem algo de inovador ou surpreendente? Foi o produto que fez com que a logo da Coca fosse conhecida no mundo todo, não o contrário.

Então, tomemos como base grandes empresas conhecidas mundialmente: Apple, Coca-cola, MacDonalds. Alguma delas fazem menção ao que comercializam no desenho de sua logo? Então por que os pequenos empresários se sentem obrigados a colocar um sorriso numa logo de dentista, um sanduíche numa logo de lanchonete ou uma chave de fenda para identificar uma oficina? Não, não é necessário e o resultado dessas logos óbvias é uma avalanche de empresas com a mesma cara.

Outro erro bastante comum em pequenas empresas que comercializam vários produtos é querer incluir todos eles na logomarca. Uma vez recebi um pedido para incluir numa mesma logo uma moto, um barco, um carro e um trator. Resultado? Ah… você deve imaginar.

Então como criar uma logomarca para uma empresa que está começando?

Seja simples, claro e objetivo.

Nomes pequenos, poucos elementos e traços fáceis de serem vistos e reconhecidos. Não queira e não tenha a pretensão de achar que sua empresa vai bombar no mercado apenas por causa de sua logo. O trabalho de marketing é árduo e a criação da identidade visual da sua empresa vai muito além de uma simples logo.

 

  • Escolha as cores: elas deverão ser utilizadas em todos os demais itens da sua empresa. Então pense bem e analise a relação do(s) seu(s) produto(s) com ela.
  • Escolha a letra: Sua empresa é de advocacia ou de eventos? As letras dizem muito sobre o ramo de sua empresa.
  • Elementos: Não necessariamente precisa haver um elemento para compor sua logo. Mas, se você optar por ele, seria bom escolher algo sem muitos detalhes e não tão direcionado. Assim, se futuramente você quiser incluir outros itens no seu empreendimento, não ficará preso a uma logomarca totalmente direcionada a um nicho de mercado. Lembre-se: a Apple não comercializa maçãs.

 

Por fim, não esqueça que a qualquer momento a logo poderá sofrer alterações, evoluírem de acordo com a evolução de seu negócio. Assim foi com todas as grandes empresas que você conhece.

Esperamos que você tenha gostado das dicas e que ajude no momento da escolha de sua logomarca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

x Close

Like Us On Facebook